domingo, 5 de fevereiro de 2017

ESCRITO NAS ESTRELAS – “THE STARS SHINE DOWN” Livro de Sidney Sheldon (1917 a 2007)

Copyright 1992 – Sheldon Literary Trust 

Tradução – A.B. Pinheiro de Lemos

A seguir, meu resumo do livro.
S.S dedicou esse livro a Morton Janklow, um homem para todas as situações.

Livro interessante de ser lido por incorporadores imobiliários. Donald Trump, presidente americano eleito pela maioria no congresso em 2016 é citado nesse livro nas páginas 131 e 179 com ênfase à página 178 onde está escrito que Trump e Uris aceleram as construções trabalhando nos diversos níveis ao mesmo tempo. Importante ressaltar que um incorporador imobiliário que foi escrito nas estrelas compra e constrói com DDO (dinheiro dos outros).

 A maneira segura e correta de construir um imóvel é concluir uma fase de cada vez: Nivela-se o terreno, depois começam escavar as valas para as fundações. Quando essa parte fica pronta, instala-se as tubulações de esgotos e serviços depois as formas de madeira para o trabalho de concreto, instalação das vigas de aço..... , eu que estou longe do ramo de construção não tenho nem ideia de como se faz isso tudo de uma única vez. Trump e Uris conseguem esse feito para apressar a entrega do edifício e economizar dinheiro e contar com a sorte para que o prédio não vá abaixo. (Foi Sidney Sheldon quem deixou isso escrito, não fui eu quem disse).

Agora, vou copiar a parte romântica do livro quando os edifícios são seduzidos pela chuva na página 285.

“O silêncio do quarto foi rompido por um repentino estrondo de trovoada lá fora. Lentamente, as nuvens cinzentas no céu abriram suas comportas e uma chuva fina passou a cair. Começou discreta e gentil, acariciando o ar quente com erotismo, lambendo os lados dos prédios, pingando sobre a relva, beijando todos os recantos escuros da noite. Era uma chuva quente, leviana e sensual, escorrendo devagar, muito devagar, até que o ritmo se acelerou e mudou para uma tempestade impetuosa, feroz e exigente, uma batida orgíaca num ritmo firme e selvagem, martelando com uma força cada vez maior, mais e mais depressa, até finalmente explodir numa sucessão de trovoadas. E de repente, tão depressa quanto se iniciara, a tempestade acabou.

Obs. Não copiei nada da internet por isso faço questão de tirar foto diferenciada do livro.

(By Marlene Koch)
Postar um comentário