terça-feira, 11 de janeiro de 2011

IMAGEM E SEMELHANÇA


É preciso três pontos para se ter uma imagem de qualquer ser vivo:
 -Dois pontos para os olhos e um para a boca. -A silhueta se completa conforme o ponto de vista do observador.
Outras vezes é preciso apenas uma silhueta deixando a imaginação fazer o resto.
As imagens acima são peças de brita com menos de 3 cm. 
No acaso de um momento,  sem ter muito o que fazer, num
espaço de meia hora encontrei várias formações.
Por falta de tempo deixo apenas três registradas.
Oportunamente colocarei outras.
-
Até prova em contrário, todas as aparições
não passam de uma miragem  do ponto de vista do observador.
-
Minha visão desses fragmentos de roxa vão mais além. Consigo imaginar toda a história da humanidade sendo fragmentada nessas explosões de roxas. Na minha imaginação alí contém todo passado, presente, futuro da humanidade desenhado pela vontade divina.  Daí penso que nem a mão do homem consegue destruir o pensamento do Creador.
Ocorre que muitas imagens não são captadas de forma nítida pela objetiva.

Detalhe: -Usei como suporte para as pedrinhas
uma embalagem transparente. A única alteração que fiz
foi usar o modo "pitoresco" para realçar melhor.
( copyright - by Mar)
Postar um comentário